Independência financeira e um relacionamento saudável

Qual a relação entre independência financeira e um relacionamento saudável?

Muitas vezes nos perguntamos o que isso tem haver com o nosso relacionamento e por que nos mobiliza tanto.

Desde as últimas décadas do século XX as mulheres vêm conquistando cada vez mais o mercado de trabalho, contribuindo assim com a renda familiar, afetando não apenas a economia mundial como toda a estrutura dos relacionamentos.

Essas mudanças alteraram significativamente os papéis exercidos dentro da família. Vemos cada vez mais mulheres deixando de alimentar o ciclo há muito imposto de que ‘mulher deve servir ao marido’.

O impacto desta quebra, muitas vezes não é percebido por todos, mas trata-se de verdadeira revolução pois é possível, a partir disso, que ambas as partes aufiram renda, consequentemente aumentando os valores percebidos pelo casal e conquistando direitos iguais  consequentemente uma relação mais saudável.

O que é Independência Financeira?

Para alguns, independência financeira relaciona-se com a liberdade de poder se manter sem necessitar do dinheiro de outra pessoa, para outros, é a possibilidade de não precisar trabalhar para manter seu padrão de vida, podendo fazê-lo apenas com valores percebidos de seus investimentos.

Há quem entenda que é a possibilidade de manter-se com os valores que ganha, sem necessidade de contrair dívidas.

banner formulanegocioonline 300 13

Impacto pessoal

Independente da definição de independência financeira, desde muito cedo, ao vislumbrar nosso futuro, é ela que incluímos como nossa meta.

O resultado da conquista da independência financeira é lógico, sucesso e prazer pessoal.

A autoestima tem muito a ver com o sucesso pessoal e por sucesso aqui, consideramos pessoas que se sentem bem com aquilo que são e possuem.

O relacionamento e as finanças

Não visada apenas pelas mulheres, mas sim por todos aqueles que desejam ‘viver sua vida’, a independência financeira, nos traz segurança, tirando daqueles que a conquistam a sensação de impotência e fragilidade.

Ela afeta diretamente a vida de homens e mulheres, no âmbito social e, mais ainda, pessoal.

Não raras vezes vemos homens e mulheres saindo da casa de seus pais para entrarem em um relacionamento imaginando que assim poderão conquistar sua independência, desgastando completamente a relação.

Quando utilizamos o termo relacionamento saudável, a saudável logo devemos associar o equilíbrio.

Em um relacionamento, composto por dois polos, se faz necessário que ambas as partes possam sentir-se satisfeitas com suas contribuições para a construção de uma vida a dois.

Especialistas apontam ainda que uma vida financeira desequilibrada é um grande gatilho para doenças como ansiedade e depressão.

Casal financeiramente independente

Para equacionar independência financeira e um relacionamento saudável é preciso ter em mente que um não precisa se anular diante do outro.

Se somadas, as individualidades podem ser grandes aliadas na conquista do sucesso.

Aqui algumas dicas para construção de um relacionamento financeiramente independente e saudável.

  • Levantamento de receitas:  o mais simples e talvez mais impactante passo é poder vislumbrar quanto cada um recebe mensalmente;
  • Despesas fixasAluguel, luz, água, internet constituem o rol de despesas fixas, são aquelas que deveremos quitar para manutenção das necessidades básicas;
  • Utilização de cadernos e planilhas:  Muitas vezes achamos desnecessário o fato de anotar e acabamos esquecendo alguma despesa, desregulando todo o sistema;
  • Reserva de emergência:  É hora de reservar o valor das receitas para possíveis gastos não previstos, como despesas médicas;
  • Estabelecimento de objetivos Estabelecer quais são os objetivos individuais e coletivos do casal é imprescindível para o equilíbrio da relação, não beneficiando apenas uma das partes;
  • Relacionar as despesas extras do casal:  É necessário que se faça um balanço daquilo que pode ser considerado como ‘extra’ para ser investido em lazer, como uma saída com os amigos ou ainda, uma ida ao cinema;
  • Relacionar as despesas extras de cada um:  Muitas pessoas se sentem desconfortáveis em ‘pedir’ ao parceiro dinheiro para cortar o cabelo, por exemplo. Estas pequenas coisas devem ser levadas em consideração na hora de fixar as verbas para estas despesas, exercitando  assim a liberdade e as prioridades individuais de cada.

2

Para aumentar a renda individual ou contribuir mais com a renda da família, vale apostar em métodos alternativos, como as famosas ‘vendas de garagem’, criação e venda de algum serviço ou até mesmo a revenda de cosméticos se você for uma pessoa bem relacionada.

Algumas dicas de renda extra você pode ver no nosso artigo sobre “Dicas de como ter uma renda extra para realização de seus desejos, conquistando assim sua independência”, ou nesse e-book abaixo.

c809484a8006214b20477265b7fc827c.jpg

independencia financeira 5 passos

Se curtiu dê um like:
follow subscribe0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *