10 Dicas para Aumentar sua Autoestima

A princípio pode parecer algo supérfluo, mas o que muitos não sabem é que a autoestima está intimamente ligada às suas relações interpessoais, ao seu autoconhecimento e, principalmente à sua saúde, aqui falaremos um pouco sobre diversas formas para aumentar a sua autoestima.

O que é autoestima

Como o próprio nome sugere, é o conceito sobre nós mesmos, a possibilidade de nos conectarmos com aquilo que somos, aceitar o que não podemos mudar, respeitar e confiar em si.

Quando não estamos em sintonia conosco mesmos, acabamos fazendo coisas que vão contra nosso bem- estar, tudo isso acaba virando um ciclo de negatividades, do qual fica difícil livrar-se.

Características da baixa autoestima

Cada pessoa demonstra de um modo o seu nível de autoestima, outras tentam enganar-se achando que a autoestima tem somente a ver com aceitar aquilo que vê diante do espelho, porém, vai além disso, podemos ver em pessoas com autoestima baixa:

  • Indisposição;
  • Frustração;
  • Carência;
  • Insegurança;
  • Pessimismo;
  • Inadequação.

Em casos mais agravantes, podem-se desenvolver distúrbios de convivência e a depressão.

728 90%2BAUTOESTIMA

O que fazer para aumentar a sua autoestima  

Trouxemos algumas dicas simples, que você poderá utilizar para aumentar a sua autoestima, sua auto aceitação e qualidade de vida.

Conexão com seu interior

Trago aqui como primeira e fundamental dica, como dito anteriormente, você precisa sintonizar-se com aquela pessoa que você realmente é, sem as pressões do mundo, estereótipos ou cobranças.

Tire 5 minutos diários para refletir em que momentos do dia você anulou-se perante alguém ou alguma situação.

Quais atitudes te deixaram impotentes e onde você pode deixar transparecer mais a sua personalidade.

Analise sua vida

Após estreitar as conexões com seu interior, pare para refletir em algumas coisas que podem estar te causando frustrações como trabalho, relações amorosas, amizades tóxicas, ou ambientes que tragam infelicidade.

A mudança é algo extremamente assustador, principalmente àquele que não se sente bem consigo.

Quando não nos aceitamos, tendemos a achar que ninguém mais aceitará então é mais ‘fácil’ ficar com o que já se tem, muitas vezes submetendo-se a situações que não nos fazem progredir, alimentando ainda mais o ciclo.

Autocrítica

Aqui vai um ponto que exige cuidado, pois o excesso de autocrítica é tão ruim quanto a falta dela, portanto, equilíbrio é fundamental.

Primeiro de tudo, tenha em mente que você não deve trabalhar buscando em primeiro grau agradar alguém, seu primeiro filtro deve ser você mesmo, nestes casos, faça o melhor que puder, porém permita-se errar, recomeçar e principalmente, mudar.

Não se cobre tanto e entenda que todos estão sujeitos a falhas e o único jeito de evoluir é analisar onde falhou.

Faça o que gosta

No meio da correria, tenha um tempo para fazer aquilo que sente prazer.

Se você gosta, por exemplo, de ler, meia hora de leitura antes de dormir, já darão ao seu cérebro uma sensação de recompensa.

O hormônio por ele liberado, a endorfina, poderá ser um ótimo aliado, pois você sentirá que cumpriu suas obrigações e se sentirá estimulado a superar barreiras.

Descanse

O acúmulo de tarefas pode resultar em noites mal dormidas e, por consequente, desgaste físico e emocional, quando indispostos, nosso rendimento decai e, com isso, a sensação de insuficiência se eleva.

Não se compare

Cada ser humano é único, cada biótipo é exclusivo e não há nada de errado em você caminhar no seu tempo, não há regras para alcançar o sucesso que, por sinal, tem vários significados.

Portanto não ache que alguém é melhor. Ame você e suas particularidades.

Vá até o fim

Se você sonha em construir algo, uma casa maior ou seu próprio negócio, INSISTA.

Use toda sua determinação para alcançar seus objetivos.

A sensação de autoconfiança e dever cumprido será recompensadora.

Mas nada de desistir no primeiro obstáculo, o sucesso é garantia daqueles que batalham.

Aprenda a impor limites

Aceite opiniões, mas não se deixe consumir por elas.

Não deixe que invadam seu espaço pessoal e ditem como você deve ser e agir.

Trabalhe para melhorar quem você é e não construir-se através daquilo que alguém quer que você seja.

Reconheça seus feitos

Seja um quilo perdido, a entrega de um relatório ou uma promoção, permita-se sentir orgulho daquilo que você fez e perceba que não é necessário fazer grandes feitos para fazer a diferença.

O reconhecimento próprio é a maior motivação para a autoestima.

Aprenda a apreciar aquilo que vê

Nem sempre temos facilidade em apreciar cada parte do nosso corpo, enxergamos defeitos e criamos problemas.

O essencial é aprender a não se ater nas imperfeições, se você não gosta, por exemplo, do seu nariz, mas acha lindo seus olhos, foque neles, elogie-se e reconheça seus pontos fortes.

Há inúmeras maneiras de exercitar e aumentar a sua autoestima, pode ser que um corte de cabelo te deixe em êxtase durante um dia ou dois, mas é através do seu interior que você conseguirá manter sua mente saudável.

melhersemestresse banner728x90 1

Se curtiu dê um like:
follow subscribe0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *